É fácil ter um sidecar?

Extremamente charmosos, os carrinhos laterais de motocicletas para levar passageiros fazem parte do sonho de consumo de muitos motociclistas. Criados no fim do século 19 para serem acoplados às bicicletas, com o passar dos anos os sidecars foram ficando cada vez mais confortáveis e seguros.

Utilizados durante muito tempo como uma forma mais fácil e confortável de carregar passageiros, os sidecars também tiveram grande importância histórica. Na época da 1ª Guerra Mundial eles foram muito utilizados pelo exército americano.

A empresa Harley Davidson foi quem produziu as carretas laterais que acopladas às motos uniam a agilidade das motocicletas a possibilidade de carregar armas e um atirador ao lado. Na 2ª Guerra Mundial, os sidecars foram muito utilizados na Europa pelas tropas alemãs, inglesas e russas.

Atualmente o carrinho lateral é um misto de nostalgia e paixão. Embora raro é possível encontrar alguns pelas ruas das cidades, principalmente em grupos de motociclistas. O sidecar é um item completamente personalizado, feito por encomenda, aqui no Brasil existe algumas lojas especializas nesse segmento, na qual é possível montar o carrinho do jeito que você sempre sonhou.

Circular com o carrinho acoplado a moto exige o cumprimento de uma série de normas e regulamentos, portanto é preciso atenção. Para rodar dentro da Lei, o sidecar precisa estar incluso na documentação da moto.

Antigamente o sidecar era considerado um veículo independente e recebia documentação e emplacamento próprios. Com a mudança da Lei, ele passou para a categoria carroceria e utiliza a mesma documentação e placa da motocicleta.

Para legalizar o sidecar, basta fazer um requerimento no Departamento Nacional de Trânsito (Detran) que avalia toda a documentação de compra do carrinho, bem como o Certificado de Adequação a Legislação de Trânsito (CAT), que costumam ser entregues pelos fabricantes.

No processo ocorre uma avaliação e caso aprovado, a emissão de um novo documento com modificação para o transporte de três passageiros é realizada. Depois disso, o sidecar passa a ser uma opção. Aí é só aproveitar e decidir quando vai circular de moto com ou sem ele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s